Leia também:
X A CPI não vai dar em pizza, diz presidente da comissão

Castro: ‘Leilão da Cedae mostrou que RJ pode dar a volta por cima’

Governador empossado discursou no Palácio Guanabara

Pleno.News - 01/05/2021 17h17 | atualizado em 01/05/2021 17h30

Cláudio Castro em discurso no Palácio Guanabara Foto: Reprodução

Em seu primeiro pronunciamento após ser empossado como governador do estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC) bateu na tecla do diálogo e afirmou que o leilão da Cedae, nesta sexta-feira (30), mostrou que, apesar de desacreditado, o Rio pode dar a volta por cima.

Castro assumiu efetivamente o governo após o impeachment de Wilson Witzel (PSC), aprovado ontem, e no dia seguinte ao leilão de privatização de parte dos serviços de saneamento do estado, processo que foi marcado por uma disputa entre o governo e parlamentares estaduais

– Nosso estado, infelizmente, hoje ainda é a Geni do Brasil, mas ontem no leilão da Cedae ficou demonstrado que podemos dar a volta por cima – disse diante de uma plateia cheia nos jardins do Palácio Guanabara.

Castro já atuava como governador em exercício desde o afastamento de Witzel, em agosto de 2020.

No discurso, ele destacou que um ponto forte de seu governo será o contínuo enfraquecimento das milícias, que classificou de compromisso com o futuro.

O governador afirmou que esse será um governo “de ouvidos, olhos e corações abertos” para chegar às melhores conclusões.

– Acima de tudo há de se ter respeito e uma meta comum, que é o crescimento do nosso Estado – destacou.

Durante a transmissão em redes sociais como Facebook e Instagram, houve muitos comentários pedindo o reajuste de servidores públicos e, em especial, professores.

*Estadão

Leia também1 Pandemia: Escolas particulares perdem um terço das matrículas
2 Após caos na vacinação, prefeito de D. Caxias tem bens bloqueados
3 Wilson Witzel se diz vítima de 'golpe' e de 'tribunal inquisitório'
4 Witzel ainda visa ser presidente: "Fazer muito pelo Brasil"
5 A CPI não vai dar em pizza, diz presidente da comissão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.