Leia também:
X Planalto está desesperado com uma CPI do MEC, diz Randolfe

Caso Henry Borel: MP recorre da decisão que soltou Monique

Segundo recurso, houve descumprimento de uma das ordens da juíza

Pleno.News - 08/04/2022 20h12

Monique Medeiros Foto: TJRJ/Brunno Dantas

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) entrou com um pedido de recurso na Justiça contra a decisão da juíza da 2ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, Elizabeth Louro. Nesta semana, a magistrada ordenou a soltura de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel. As informações são do UOL.

A juíza determinou ainda que Monique não faça publicações em redes sociais e use tornozeleira eletrônica.

A mãe de Henry é ré, junto com o ex-vereador e ex-namorado dela Jairo Santos Souza, no processo que apura a morte do menino de 4 anos. A criança faleceu em março de 2021.

O MPRJ disse que Medeiros se envolveu com postagens nas redes sociais após ser solta. No recurso, interposto pela 2ª Promotoria de Justiça junto ao II Tribunal do Júri da Capital, o promotor de Justiça Fabio Vieira dos Santos apontou que “logo após sua soltura, ela [Monique] se envolve em postagens sociais, apesar da proibição pelo juízo em sua decisão”. A defesa dela nega.

Leia também1 Mãe de Henry Borel, Monique Medeiros deixa o presídio no Rio
2 Leniel: "Monique é tão culpada pelos crimes quanto o Jairo"
3 Justiça concede liberdade para Monique, mãe de Henry Borel
4 Senado aprova Lei Henry Borel com ações protetivas a crianças
5 Detentas mudam versões sobre "atos libidinosos" de Monique

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.