Leia também:
X Bolsonaro define quais temas abordará em discurso na ONU

Caso Flordelis: Entenda quem é quem e o que já foi revelado

Depoimentos dos possíveis envolvidos foram liberados pela Polícia Civil

Camille Dornelles - 18/09/2019 18h01

À medida que a Polícia Civil do Rio de Janeiro libera trechos dos depoimentos sobre a morte do pastor Anderson do Carmo, novos personagens aparecem na história. O Pleno.News elaborou um guia para esclarecer quem já falou o que sobre o caso.

Todas as informações foram obtidas através de depoimentos liberados pelos investigadores até o momento. Outros personagens podem surgir com o andamento do inquérito.

ANDERSON DO CARMO
Pastor, ele cresceu na comunidade do Jacarezinho, mesma de Flordelis. Os dois se conheceram na igreja em 1991. Desde que se casaram, Anderson atuava junto com a esposa no ministério e depois passou a ajudá-la em sua campanha política. Ele tinha 42 anos quando foi assassinado dentro de sua casa a tiros.

Pastor Anderson do Carmo Foto: Reprodução

FLORDELIS
Cantora gospel e pastora, Flordelis cresceu na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, e ficou órfã aos 14 anos. Hoje tem 58 anos e se tornou deputada federal nas Eleições 2018. Ela foi escolhida pelos eleitores do Rio de Janeiro com 196.959 votos e se tornou a quinta deputada federal mais votada pelo estado. Flordelis se casou pela segunda vez com Anderson do Carmo em 1994.

O que ela disse: em depoimento e em notas oficiais em suas redes sociais, Flordelis afirmou que sente muitas saudades do marido, nunca conspirou contra ele e que o filho Wagner de Andrade Pimenta, conhecido como vereador Misael, mentiu para a polícia. Revelou que “Misael apagou um monte de coisas (do celular de Anderson), salvou outras e fotografou”.

Também afirmou que, no momento do assassinato, estava dentro de um quarto da casa conversando com o neto Ramon e que foi impedida de ver o marido morto.

Flordelis apareceu usando a pulseira de Anderson do Carmo Foto: Reprodução

VEREADOR MISAEL
Filho adotivo do casal, o pastor Wagner Andrade Pimenta se lançou candidato a vereador de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, com o nome de Misael da Flordelis. Após a perda do pai, retirou o nome da mãe.

O que ele disse: em depoimento, acusou Flordelis de ser “mentora intelectual” do assassinato, disse que ela havia revelado aos filhos que tinha quebrado o celular do marido, que achava que Anderson estava “dando a volta nela com relação a dinheiro” e que estava manipulando os filhos até encontrar um que tivesse coragem para matar o esposo. Misael também acusou os irmãos adotivos Lucas dos Santos e Marzy de arquitetarem o plano para executar o pastor.

Vereador Misael (de azul) Foto: Samuel Santos

LUANA RANGEL PIMENTA
Luana Vedovi Rangel Pimenta é a esposa do vereador Misael e fazia parte do gabinete de Flordelis desde fevereiro. Ela foi exonerada em julho, após a morte do pastor e de Misael decidir romper relações com a mãe adotiva.

O que ela disse: pelas redes sociais, ela mandou um recado para a sogra pouco após sua exoneração. Afirmou que Flordelis deveria “dar explicações para quem de fato merece”.

Luana Rangel (à frente em primeiro plano) Foto: Reprodução

DANIEL DOS SANTOS SOUZA
O músico de 21 anos é apresentado como o único filho biológico do pastor Anderson com a deputada federal. Um mês após a morte do pai, ele decidiu sair de casa. Ele organizou um ato em favor do pai, no qual muitos irmãos e a mãe não foram.

O que ele disse: em depoimento no dia 18 de junho, Daniel afirmou acreditar no envolvimento da mãe, que teria dito que “a hora do pai dele iria chegar”. Ele também teria acusado os irmãos Flávio e Lucas, duas irmãs e uma neta da pastora. Ele também afirmou que a mãe revelou ter destruído o celular do esposo e que Flordelis teria apagado mensagens de Lucas para ela combinando o assassinato.

Anderson do Carmo e o filho Daniel Foto: Reprodução

SIMONE DOS SANTOS
Uma das três filhas biológicas de Flordelis com um relacionamento anterior, junto com Flávio e Adriano, Simone já namorou o pastor Anderson quando ambos eram adolescentes. Ela foi acusada de ter um caso extraconjugal com o padrasto e outro com um homem casado da igreja dela. Ela também foi apontada como responsável por colocar remédios na comida do pastor.

O que ela disse: em depoimento oito dias após o crime, Simone confirmou que fez pesquisas sobre o veneno cianeto e como colocá-lo nos alimentos, mas negou que fosse para usá-lo contra o padrasto.

Simone dos Santos e a mãe, Flordelis Foto: Reprodução

ROGÉRIO DOS SANTOS SILVA
Frequentador da igreja de Flordelis, ele foi apontado como um relacionamento de Simone dos Santos. Ele é casado e teria tornado a filha da deputada federal sua amante.

O que ele disse: em depoimento à Polícia Civil, Rogério afirmou que Simone o procurou para que ele matasse o padrasto. Por sua vez, afirmou que poderia cometer o crime.

MARIA EDNA VIRGINIO DO CARMO
Dona Maria Edna é a mãe do pastor Anderson do Carmo. Pouco mais de um mês após a tragédia, ela prestou um depoimento voluntariamente à polícia. À imprensa, afirmou que não queria contato nenhum com Flordelis e que “não tem nora”.

O que ela disse: trechos do depoimento dela revelados pela polícia falam de boatos de um caso do filho com a enteada Simone e que Daniel não era filho biológico do casal.

Mãe do pastor Anderson (ao centro) Foto: Pleno.News/Rafael Ramos

MICHELLE DO CARMO
Irmã do pastor Anderson, Michelle acompanhou a mãe do dia de seu depoimento na delegacia. Ela também participou do ato pedindo por justiça organizado pelo sobrinho Daniel.

O que ela disse: em entrevista à televisão, ela afirmou acreditar que “o mandante do crime está dentro da casa”. Ela também declarou que “na semana da morte ele estava muito alegre, muito feliz com a esposa”.

Michelle do Carmo, irmã do pastor Anderson Foto: Reprodução

LUCAS DOS SANTOS
O jovem é filho adotivo de Flordelis e Anderson do Carmo e teve a prisão decretada no dia 20 de junho, junto com o irmão Flávio dos Santos.

O que ele disse: em depoimento, confessou que matou o pai a mando do irmão, Flávio. Depois, já preso, afirmou que a polícia o torturou a confessar a participação, mas pouco depois mudou essa segunda versão, afirmando que foi o irmão Flávio quem o coagiu a mudar o depoimento. Ele também afirmou que recebeu mensagens do celular da mãe encomendando o crime meses antes. Lucas disse ter mostrado o celular para Flordelis, que ficou assustada.

Lucas dos Santos, filho de Flordelis e Anderson do Carmo Foto: Reprodução

RAMON DOS SANTOS OLIVEIRA
O jovem de 20 anos é filho de Simone com André Luiz de Oliveira, um dos filhos adotivos dos pastores. Ele é neto de Flordelis . Ele foi citado em depoimento pelo médico responsável por atender a ligação de emergência da casa. O atendente afirmou que Ramon se recusou a prestar os primeiros socorros porque o pastor já estava morto. Uma de suas tias também afirmou que o rapaz recolheu estojos das balas do local e os entregou na delegacia.

O que ele disse: à Polícia Civil, admitiu que se negou a socorrer o avô.

Ramon, neto de Flordelis Foto: Reprodução

LORRANE OLIVEIRA DOS SANTOS
Ela é filha de Simone com André Luiz de Oliveira. É neta de Flordelis e irmã de Ramon. Um mototaxista a citou em depoimento, afirmando que Lorrane atirou o celular do avô na Praia de Piratininga, Região Oceânica de Niterói.

O que ela disse: a jovem afirmou que foi à praia naquele dia para relaxar.

Lorrane Oliveira e o pastor Foto: Reprodução

MARZY TEIXEIRA
Filha adotiva do casal, ela foi citada nos depoimentos de Misael e Lucas. Também foi apontada como uma das responsáveis por colocar remédios na comida do pastor.

O que ela disse: Marzy confessou ter pedido para seu irmão Lucas matar o pastor e disse que a mãe sabia do plano. Além disso, afirmou à Polícia Civil que ofereceu R$ 10 mil para o irmão adotivo e que pretendia furtar a quantia da própria vítima. A jovem disse que Flordelis afirmou não ter dinheiro para o plano e que a filha não deveria fazer algo do qual fosse se arrepender.

Marzy Teixeira teria oferecido dinheiro ao irmão para matar Anderson Foto: Reprodução

PASTOR LUAN DOS SANTOS
Nome artístico de Alexander Felipe Matos Mendes, filho adotivo do casal. Junto com os irmãos Daniel e Misael, rompeu com a igreja Ministério Flordelis após o crime.

O que ele disse: em entrevista após um ato pedindo justiça do caso, Luan afirmou que “é impossível dizer se a mãe está envolvida”, mas que deseja que os culpados apareçam logo.

Pastor Luan dos Santos com Anderson do Carmo e Flordelis Foto: Reprodução

FLÁVIO DOS SANTOS
Filho biológico de Flordelis, ele foi preso junto com o irmão adotivo Lucas por envolvimento no crime. Flávio foi apontado como o responsável por matar o padrasto. A Polícia Civil encontrou a arma em cima de seu armário e um pelo preso dentro do cano confirmou seu DNA.

O que ele disse: Flávio confessou primeiro ter planejado a morte, mas depois a Polícia Civil revelou que ele disse ter matado o pastor Anderson com seis tiros. Ele também afirmou que estava junto com o irmão Lucas para comprar a arma do crime.

O seu advogado, Maurício Mayr, anunciou que irá contestar seu envolvimento. Segundo ele, Flávio foi ameaçado pelo irmão mais novo Lucas e obrigado a confessar os disparos.

Flávio dos Santos (de xadrez) durante enterro do padrasto Foto: Fabiano Rocha/Agência O Globo

RAYANE SILVA
Neta de Flordelis e filha adotiva de Simone dos Santos, ela apareceu em depoimento de Érica dos Santos, uma de suas tias. Segundo Érica, a menina a mandou uma mensagem pedindo o “contato de algum bandido” um mês antes do assassinato.


Lorrane, Simone e Rayane, parentes de Flordelis

ÉRICA DOS SANTOS
Filha adotiva de Flordelis e Anderson do Carmo, ela depôs contra a sobrinha Raiane Silva e contra a irmã adotiva Simone dos Santos. Ela afirmou que as duas esconderam celulares em um quarto dois dias depois do assassinato.

Ela foi a última filha a prestar depoimento na delegacia. Érica também relatou relacionamentos amorosos entre irmãos adotivos na casa.

Érica dos Santos Foto: Reprodução

GABRIELA DOS SANTOS
Gabriela é filha adotiva do casal e contradisse o depoimento dado pelo filho de Simone e neto de Flordelis, Ramon dos Santos Oliveira. Gabriela afirmou que o pastor Anderson do Carmo ainda estava vivo quando o jovem se negou a dar os primeiros socorros.

Ela teria verificado se ele tinha pulsação a pedido do irmão Daniel dos Santos e declarou que sentiu o pulso no pescoço.

Leia também1 Pastor Anderson recebeu tiro na cabeça a curta distância
2 Exclusivo: Flordelis afirma que não será presa pela morte do marido
3 Filha de Flordelis diz que fez pesquisa sobre veneno cianeto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.