Leia também:
X TJRJ autoriza aulas presenciais em escolas particulares do Rio

Caso Backer: Homem intoxicado por cerveja recebe rim da mulher

Cirurgia aconteceu em Minas Gerais

Ana Luiza Menezes - 30/09/2020 20h47 | atualizado em 30/09/2020 20h48

Cristiano com Isabella e Flávia antes do transplante Foto: Flávia Schayer/Arquivo pessoal

Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, o professor Cristiano Gomes se recupera após um transplante. Ele recebeu um rim, doado pela esposa, Flávia Schayer. O procedimento foi feito nesta terça-feira (29) por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital Felício Rocho, no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul da cidade.

Cristiano teve que ser operado por que o rim dele não funcionava desde o dia 23 de dezembro. Ele sofreu uma intoxicação por dietilenoglicol, após o consumo da cerveja Belorizontina, da Backer, e chegou a fazer 10 horas de diálise por dia.

Isabella Gomes, filha de Cristiano e Flávia, falou ao portal G1 sobre a recuperação do pai.

– O rim novo já saiu funcionando, graças a Deus – disse a jovem.

O médico Ricardo Gontijo confirmou o sucesso da cirurgia. Segundo ele, órgão já está funcionando dentro do corpo do professor, que tem 48 anos de idade. Entretanto, Cristiano ainda precisará passar alguns dias na UTI. Flávia, de 47 anos, também já estava bem e descansando no quarto.

No início do mês, uma denúncia apresentada pelo Ministério Público apontou 26 vítimas intoxicadas por dietilenoglicol após o consumo das cervejas. Desse grupo, 10 pessoas morreram.

Perícias feitas na Baker encontraram vazamento de um tanque e focos de contaminação.

Leia também1 TJRJ autoriza aulas presenciais em escolas particulares do Rio
2 Mesmo com filho de 6 meses no colo, mulher é vítima de estupro
3 Doria assina contrato de US$ 90 milhões com laboratório chinês
4 Ex-secretário de Educação do RJ, Pedro Fernandes é preso
5 Justiça suspende revogação de normas feita pelo Conama

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.