Leia também:
X China libera mais insumos para produção de vacina no Brasil

Caminhoneiros rejeitam greve: “Meia dúzia de gatos pingados”

Movimentos são isolados pelo país e não chegam a mobilizar a categoria

Paulo Moura - 01/02/2021 14h54 | atualizado em 01/02/2021 16h44

Greve dos caminhoneiros não causou grandes impactos nas rodovias pelo Brasil Foto: Agência Estado/Roberto Gardinalli

A greve nacional dos caminhoneiros, prometida para esta segunda-feira (1°), tem conquistado pouco apoio da classe pelo país. Em um dos estados com maior tradição de transporte rodoviário por conta da agricultura, o Mato Grosso do Sul, o movimento é tímido e, segundo lideranças sindicais da categoria, composta apenas por “meia dúzia de gatos pingados”.

– Meia dúzia de gatos pingados está tentando fazer barulho – disse Roberto Sinai, presidente do Sindicato dos Caminhoneiros de Mato Grosso do Sul (Sindicam-MS).

Nas estradas sul-mato-grossenses, o movimento é tranquilo e, de acordo com Sinai, “todo mundo entendeu que o melhor é seguir trabalhando”. O líder sindical também explicou que conversou com equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e não houve nenhum fato nas rodovias.

– Não tem nenhum impedimento. Todo mundo está trabalhando de forma democrática. A primeira semana de trabalho é essa, que vai começar [com] a colheita de grãos. Não temos outra alternativa – afirmou.

Sinai declarou que a maior parte do movimento de cargas no estado será nas primeiras semanas de fevereiro, por conta da colheita de soja, e que, por isso, paralisar agora não faria sentido, já que prejudicaria ainda mais a categoria.

– Precisamos de mais condições, mais seguranças nas estradas e melhora nos preços do diesel – declarou.

O sindicalista ainda comentou que só iria fazer um movimento caso todas as opções de diálogo com o governo federal se esgotassem. Porém, ele ressaltou que, apesar das reivindicações, o assunto ainda não chegou até as autoridades.

Leia também1 Heleno diz que governo buscará baixar gastos dos caminhoneiros
2 PSDB também decide abandonar Baleia e adotar "neutralidade"
3 Após debandada, Maia ameaça com impeachment de Bolsonaro
4 Wuhan: OMS visita local onde ocorreram primeiros contágios
5 CNTA e Abrava são contra greve dos caminhoneiros

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.