CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Wizard defende uso precoce da cloroquina: “Salva vidas”

Câmera revela imagens de Miguel antes da queda

Mãe do menino pediu demissão após ter acesso ao conteúdo

Ana Luiza Menezes - 04/06/2020 20h59 | atualizado em 04/06/2020 21h05

Miguel em elevador de prédio em Recife Foto: Reprodução

Uma câmera de segurança registrou os últimos momentos da vida do pequeno Miguel Otávio Santana da Silva. O menino, de 5 anos, morreu na tarde de terça-feira (2), após cair do 9º andar de um prédio em Recife, Pernambuco.

A criança tinha ido para o local de trabalho da mãe, Mirtes Renata, que era empregada doméstica em um apartamento do 5º andar do edifício.

Miguel caiu de uma altura aproximada de 35 metros. As imagens mostram que o menino entrou no elevador para procurar a mãe, que tinha ido à rua com o cachorro dos patrões.

A patroa de Mirtes, Sari Corte Real, esposa de Sérgio Hacker (PSB), prefeito de Tamandaré, município do litoral Sul de Pernambuco, aparece no vídeo, demonstrando irritação com o comportamento do garoto. Por fim, ela deixa Miguel sozinho no elevador e a porta se fecha.

View this post on Instagram

Uma mulher responderá pelo homicídio culposo do filho de sua funcionária, um menino de cinco anos, que morreu após cair do nono andar de um prédio no Centro do Recife, em Pernambuco, na última terça-feira. Entenda o caso em nosso site (link na bio @plenonews) e nos stories.⠀⠀ ⠀⠀ #PlenoNews #Recife #Pernambuco #HomicídioCulposo⠀

A post shared by Pleno.News (@plenonews) on

A criança foi até o 9º andar, onde escalou uma grade de uma área dos aparelhos de ar-condicionado do edifício e acabou caindo.

Após ver o vídeo, a mãe de Miguel pediu demissão. Em entrevista à rede Globo, doméstica se queixou da falta de paciência da patroa.

– Ela confiava os filhos dela a mim e à minha mãe. No momento em que confiei meu filho a ela, infelizmente ela não teve paciência para cuidar, para tirar [do elevador]. Eu sei, eu não nego para ninguém: meu filho era uma criança um pouco teimosa, queria ser dono de si e tudo mais. Mas assim, é criança. Era criança – desabafou.

Sari foi autuada por homicídio culposo. Ela chegou a ser presa, mas pagou fiança de R$ 20 mil e responderá em liberdade.

Sari Corte Real, esposa de Sérgio Hacker (PSB), prefeito de Tamandaré, município do litoral Sul de Pernambuco, era patroa de Mirtes Foto: Reprodução

Leia também1 Mãe de Miguel lamenta falta de paciência da patroa
2 Patroa responderá por morte de criança que caiu de prédio
3 Com medo da Covid, bebê morre por não ir a hospital

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo