Leia também:
X Empregada nega ter mentido para a Polícia Civil sobre Henry

Câmara desiste de afastar Dr. Jairinho da Comissão de Justiça

A decisão é uma estratégia para que vereador seja excluído por faltas, e não via batalha judicial

Thamirys Andrade - 14/04/2021 10h56 | atualizado em 14/04/2021 12h33

O vereador Dr. Jairinho é acusado de envolvimento na morte do menino Henry Foto: Divulgação CMRJ/Renan Olaz

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro desistiu de solicitar o afastamento do vereador Dr. Jairinho (sem partido) da Comissão Permanente de Redação e Justiça. A decisão caracteriza uma mudança de estratégia da Casa Legislativa, a fim de que o parlamentar perca o cargo devido ao número de faltas, e não via batalha judicial.

A alteração foi orientada pela Procuradoria da Câmara. Como Jairinho está sob prisão temporária de 30 dias, não poderá comparecer às sessões regulares da comissão e será automaticamente excluído por faltas, de acordo com o artigo 64 dos termos do regimento.

Na última quinta-feira (8), Jairo Souza foi expulso do partido Solidariedade, mesmo dia em que ele foi preso acusado de causar a morte do menino Henry Borel, de 4 anos. Jairinho era o único vereador eleito pela legenda no Rio.

Leia também1 Vítima da Covid, deputado José Schiavinato morre aos 66 anos
2 Bolsonaro fundou 'República da Morte' na pandemia, diz OAB
3 Câmara aprova urgência de PL que torna educação essencial
4 Marco Aurélio arquiva queixa-crime do PSOL contra Bolsonaro
5 Veja possíveis indicados para a CPI da Covid no Senado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.