Leia também:
X Damares Alves chora muito com história de tribos isoladas

Cabral diz que Crivella recebeu US$ 1,5 milhão por apoiar Paes

Ex-governador do Rio de Janeiro também denunciou envolvimento de Eike Batista e Lula

Camille Dornelles - 06/04/2019 14h07 | atualizado em 08/04/2019 13h03

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, pode sofrer impeachment Foto: Agência Brasil/Tomaz Silva

Nesta sexta-feira (5), o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral deu um depoimento ao juiz federal Marcelo Bretas. Nele, afirmou que o atual prefeito da cidade, Marcelo Crivella, recebeu propina dele.

Segundo Cabral, Crivella teria ganhado 1,5 milhão de dólares em troca de apoio a Eduardo Paes na campanha de 2008. Na ocasião, Crivella tinha se candidatado à prefeitura, mas perdido no primeiro turno. Paes, então, disputou o cargo com Fernando Gabeira.

A ideia do pagamento, ainda de acordo com o depoente, teria sido do próprio Crivella. O prefeito havia procurado Cabral para falar que a campanha de Gabeira tinha oferecido 1 milhão de dólares pelo seu apoio.

— Tanto que, depois, o senador Crivella foi fazer queixa ao presidente Lula de eu não ter aproveitado ele no governo. Eu dei ciência ao presidente Lula. O presidente Lula sabia que eu tinha pago propina. Disse para ele na sala do Palácio do Planalto. O senhor me desculpe, mas eu comprei o apoio do Crivella – revelou.

Cabral, então, “cobriu a oferta” pagando o montante com a ajuda do empresário Eike Batista. Logo após as informações serem divulgadas, Crivella e Batista negaram a versão de Cabral. Em nota, a defesa de Lula informou que prefere não comentar o caso.

Leia também1 RJ: Sergio Cabral admite que recebeu propina de cervejaria
2 Propina da Fetranspor vem desde os anos 1980, diz Cabral
3 Cabral vira réu outra vez por obras da Linha 4 do Metrô

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.