Leia também:
X Justiça suspende investigação de advogado de Adélio Bispo

Bombeiros fazem vistoria e aprovam Sapucaí para desfiles

Decisão depende da Justiça agora

Henrique Gimenes - 01/03/2019 18h36 | atualizado em 01/03/2019 18h37

Bombeiros fizeram vistoria no sambódromo Foto: Cezar Loureiro / Riotur

Nesta sexta-feira (1º), os Bombeiros fizeram uma vistoria emergencial na Sapucaí, após o prazo de 24 horadas dado pela Justiça. A medida era necessária para que fosse concedido um laudo liberando o sambódromo para os desfiles que já se iniciam nesta sexta.

Após a vistoria, os Bombeiros afirmaram que não há nenhum impedimento para que os desfiles aconteçam. Com o laudo, o sambódromo pode ser liberado após a Riotur e a Liesa, responsável pelos desfiles, assinarem um termo se responsabilizando pela segurança da festa.

Ainda de acordo com os Bombeiros, há ” pendência de documentação por parte do responsável legal da Sapucaí, como Anotações de Responsabilidade Técnica de instalações elétricas e estrutura”.

A Justiça havia decidido interditar a Sapucaí nesta quinta-feira (28).

Veja a nota dos Bombeiros:

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) informa que, por determinação judicial e como já previsto no cronograma de grandes eventos da corporação, realizou, na manhã desta sexta-feira (01), vistoria prévia no Sambódromo com fins de subsidiar a decisão sobre a concessão de uma autorização especial.

A corporação esclarece, ainda, que entregará o laudo técnico às autoridades do Judiciário, adiantando que, no momento, não se opõe à realização do evento. No entanto, há pendência de documentação por parte do responsável legal da Sapucaí, como Anotações de Responsabilidade Técnica de instalações elétricas e estrutura (que são pareces de Engenharia e Arquitetura), por exemplo. O CBMERJ reforça que atua conforme legislação vigente. Em março de 2018, a corporação notificou a Riotur para legalização do espaço no que diz respeito à segurança contra incêndio e pânico.

Durante os dias de desfiles, o Corpo de Bombeiros estará presente no local com cerca de 200 militares, além de viaturas de atendimento pré-hospitalar e de combate a incêndio, como parte da tradicional Operação Carnaval da instituição para reforçar a segurança no local.

Leia também1 Rio de Janeiro: Pastor é morto com golpes de barra de ferro
2 SuperVia suspeita que falha nos freios provocou colisão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.