Boicotado, O Globo é barrado em coletiva de Crivella

Prefeito do Rio de Janeiro não recebeu jornalistas do periódico

Pleno.News - 03/12/2019 14h44

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella Foto: Agência Brasil/Tomaz Silva

Nesta terça-feira (3), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, barrou a entrada de dois jornalistas do jornal O Globo em uma entrevista coletiva. Ele deu detalhes sobre a festa de Ano-Novo em Copacabana, tradicional na cidade carioca.

Os profissionais foram avisados que o periódico não estava autorizado a entrar no evento por não ter sido convidado. Crivella havia decretado um boicote ao jornal nesta segunda-feira e o chamou de “panfleto político”.

– O Globo tenta de todas as formas, através de ameças e chantagens, que a Prefeitura ceda às suas ambições em publicidade. A partir de agora a Prefeitura do Rio de Janeiro ignora todos os pedidos vindo deste panfleto político. Todos os demais jornais do país terão nossa resposta, menos o O Globo – declarou.

Crivella não é o único a boicotar meios de comunicação. Na semana passada, a Presidência da República excluiu o jornal de uma licitação sem informar o critério técnico que embasou a decisão, e o presidente afirmou que boicota produtos de anunciantes da Folha de S.Paulo.

Em agosto, Bolsonaro ironizou o jornal Valor Econômico após assinar medida provisória que acaba com a obrigatoriedade de empresas publicarem balanços em diários impressos. A TV Globo também foi alvo do presidente, que ameaçou não renovar a concessão da emissora após reportagem que o citou na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco.

*Folhapress

LEIA TAMBÉM+ Pr. Marco Feliciano defende Bolsonaro e ataca Folha de SP
+ RJ: Crivella decreta boicote da Prefeitura ao jornal O Globo
+ Esposa de Crivella: "A política não é fácil, mas Deus nos colocou aqui"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo