Leia também:
X SP exigirá passaporte de vacina em todos os eventos na capital

Barretos decreta calamidade após temporal destruir cidade

Enchentes deixaram uma idosa desaparecida e uma mulher ferida

Pleno.News - 07/01/2022 13h49 | atualizado em 07/01/2022 14h12

Destruição em Barretos
Chuva causou destruição em Barretos Foto: Reprodução/Vídeos das redes sociais

A Prefeitura de Barretos, no interior de São Paulo, decretou estado de calamidade pública, na noite desta quinta-feira (6), depois que um temporal causou grande destruição na cidade. Conforme a Defesa Civil, em três horas, a chuva acumulada atingiu 150 milímetros, quase a metade da média histórica do mês.

A enxurrada transformou ruas e avenidas em rios. Uma ponte caiu, e uma idosa foi arrastada ao sair do carro. Ela continuava desaparecida na manhã desta sexta-feira (7). Outra mulher ficou ferida e foi levada para um hospital.

O temporal atingiu todas as regiões da cidade, mas os alagamentos foram maiores nas partes baixas, onde a água invadiu dezenas de casas.

Uma ponte que ligava os bairros Zezinho Amêndola e Cristiano Carvalho foi carregada pela enchente em um córrego. Uma adutora fixada à estrutura foi arrancada, deixando seis bairros sem abastecimento de água. Além disso, várias ruas tiveram o pavimento arrancado pela força da correnteza.

A prefeita Paula Lemos (DEM) usou as redes sociais para se solidarizar com as famílias atingidas pelo temporal. Segundo ela, a água entrou em várias casas, e as famílias tiveram que ser levadas para abrigos. Os números ainda estão sendo contabilizados.

– Para algumas [famílias], vamos proporcionar o aluguel social. Já para a ponte que foi levada, precisamos de reparos emergenciais, e o governador [João Doria, do PSDB] nos ligou, anunciando a liberação imediata de R$ 5 milhões – disse a prefeita.

Ela pediu orações pela família da idosa desaparecida e de uma mulher ferida durante o temporal, que passou por atendimento na Santa Casa.

As buscas pela mulher desaparecida foram retomadas nesta sexta pelo Corpo de Bombeiros. Ela foi levada pela forte enxurrada quando tentava fechar a porta do carro. Conforme registro na Polícia Civil, a desaparecida é Antônia Yoshida, de 77 anos.

Várias ruas do centro da cidade estão interditadas por causa das crateras abertas pela correnteza. Equipes da prefeitura trabalhavam para recuperar as áreas mais afetadas.

*AE

Leia também1 SP exigirá passaporte de vacina em todos os eventos na capital
2 Twitter após pedidos de censura: Não iremos "arbitrar a verdade"
3 OMS diz que Ômicron é mortal e não deve ser considerada branda
4 Luto em Hollywood: Morre, aos 94 anos, o ator Sidney Poitier
5 Cazaquistão: Presidente autoriza polícia a 'atirar para matar' manifestantes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.