Leia também:
X Sara Winter foi presa e está acorrentada, diz assessoria

Autor de atentado a creche é indiciado por cinco homicídios

Assassino escolheu vítimas frágeis por medo de fracassar

Pierre Borges - 14/05/2021 13h57 | atualizado em 14/05/2021 15h19

Autor de ataque em creche em SC é indiciado por cinco homicídios
Fabiano está preso preventivamente Foto: Reprodução/TV Record

A Polícia Civil de Santa Catarina concluiu, nesta sexta-feira (14), o inquérito do ataque à creche Pró Infância Aquarela, que resultou na morte de três crianças e duas professoras, além de um bebê de um ano e oito meses ter ficado ferido no último dia 4. O autor do ataque está preso preventivamente e responderá por cinco homicídios triplamente qualificados e uma tentativa de homicídio.

A investigação concluiu que Fabiano Kiper Mai pretendia atacar o colégio em que estudou, mas teve medo de não conseguir realizar o atentado com uma arma branca, então decidiu descontar as suas frustrações em vítimas mais frágeis.

– [Fabiano] alimentou um ódio generalizado e descarregou a raiva em pessoas que não tinham nada a ver com ele. Atacou pela fragilidade das vítimas. A primeira ideia seria a escola, pessoas com quem convivia. Mas, como não conseguiu uma arma de fogo, [ele] achou que não daria conta da ação com uma arma branca – revelou o delegado Jerônimo Marçal Ferreira, responsável pela investigação.

Fabiano comprou a arma do crime pela internet e recebeu a encomenda 5 dias antes do atentado. Descrito como uma pessoa muito isolada e de difícil relacionamento, o autor do atentado não comprava as próprias roupas nem fazia refeições em família. Ele planejou o atentado durante meses, tendo contato pela internet com materiais violentos e pessoas da mesma índole.

Marçal também afirmou que o acusado pretendia matar o maior número de pessoas possível e que, na manhã do crime, Fabiano foi trabalhar normalmente e chegou à creche às 9h50.

– Ele agiu sozinho e consciente do que fez o tempo todo. Planejou a ação desde o ano passado. Ele tem que ser responsabilizado pelos crimes graves e cruéis que cometeu – ressaltou o delegado.

Mais de 20 pessoas foram ouvidas até a conclusão do caso. A polícia não deu detalhes do depoimento de Fabiano, mas confirmou que o jovem confessou a autoria do crime.

Leia também1 Professora reencontra bebê que sobreviveu ao ataque em creche
2 Casados! Sasha e o cantor gospel João Figueiredo dizem "sim"
3 PF anuncia novos chefes em oito estados e Distrito Federal
4 Sara Winter foi presa e está acorrentada, diz assessoria
5 Comitê levantou 900 crianças refugiadas da Venezuela

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.