Leia também:
X Fora do governo, ex-ministro Sergio Moro vai advogar

Ato em São Paulo tem tumulto e confronto com policiais

Torcidas organizadas de clubes paulistas lançaram pedras contra PMs

Camille Dornelles - 31/05/2020 15h29

Tumulto em manifestação em São Paulo Foto: Reprodução

Um ato convocado por grupos contra o presidente Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, cidade de São Paulo, registrou tumulto e confronto com policiais neste domingo (31).

Torcidas organizadas dos quatro grandes clubes de São Paulo (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo) aderiram à manifestação e iniciaram uma briga generalizada em frente ao MASP.

Os manifestantes lançaram pedras sobre policiais, que jogaram bombas de efeito moral no grupo. A Polícia Militar criou um cordão humano para isolar manifestantes bolsonaristas dos torcedores, mas houve discussões entre os grupos e relatos de violência, e a Tropa de Choque da PM utilizou bombas de gás para dispersar os mais exaltados.

O ato deste domingo em São Paulo teve convocação também do deputado federal Alexandre Frota, que chegou a convocar o grupo conhecido como Antifas, que foi categorizado como terrorista pelo presidente Donald Trump, dos Estados Unidos.

Alexandre Frota convoca torcidas organizadas para ato em São Paulo Foto: Reprodução

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) comentou sobre o assunto.

Leia também1 RJ: Copacabana vira palco de manifestação contra Witzel
2 Celso de Mello compara Brasil à Alemanha de Hitler
3 Apoiadores de Bolsonaro se unem em ato em Brasília
4 Com tochas, grupo 300 do Brasil faz ato contra o STF
5 Bolsonaro afirma que ações do STF apontam para crise

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.