Leia também:
X Bolsonaro diz que Mourão ‘está querendo um beijinho’

Após ataque, mãe de jovem fã de Michelle faz vaquinha por ateliê

Mãe de Darah Elysa pretende arrecadar R$ 10 mil para construir quarto com equipamentos de desenho para a filha

Paulo Moura - 11/02/2022 15h47 | atualizado em 11/02/2022 17h32

Desenho do casal Jair e Michelle Bolsonaro feito por adolescente autista Foto: Arquivo Pessoal

Alvo de ataques nas redes sociais por ser fã da primeira-dama Michelle Bolsonaro e decidir representá-la em desenho, a jovem autista Darah Elysa, de 13 anos, não pretende se intimidar com a perseguição que tem sofrido. E, se depender de sua mãe, Daniela Bento, a garota ainda vai alçar voos muito mais altos até o sonho de ter seu talento reconhecido.

Isso porque, mesmo diante de um cenário aparentemente adverso, com a impossibilidade financeira de finalizar a construção de um quarto com um ateliê de desenho para Darah, Daniela decidiu não desistir e criou uma vaquinha digital para arrecadar recursos que lhe permitisse realizar o desejo da filha.

De acordo com a mãe da jovem, a reforma da casa da família, que mora na cidade de Aroeiras, na Paraíba, chegou a ser iniciada, mas acabou ficando paralisada por conta da pandemia. Com a meta da vaquinha estabelecida em R$ 10 mil, Daniela diz que o valor servirá para a construção do quarto com um ateliê e materiais de desenho para a filha.

Para os interessados em contribuir com o sonho da jovem, basta acessar o endereço da vaquinha virtual, disponível neste link.

Vaquinha virtual para a menina Darah Foto: Reprodução/Vakinha

QUEM É A JOVEM DESENHISTA
Darah Elysa, de 13 anos, é autista e foi atacada no Instagram por conta de um desenho feito por ela retratando o presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro. O fato ganhou repercussão após a ofensa ser duramente criticada pela primeira-dama nos stories de sua conta no Instagram, em janeiro deste ano.

– Ontem [segunda-feira, 10 de janeiro] fiz um post de um desenho que ganhei de uma garotinha autista. Olha a falta de sensibilidade e respeito por parte dessa pessoa, hellencrislopes2019, que entrou na página da menina para atacá-la. Podia aproveitar o tempo livre para lavar as louças, né – escreveu Michelle, na ocasião.

Michelle criticou ataque feito contra jovem autista Foto: Reprodução/Instagram

O desenho em questão, que retratou Bolsonaro e Michelle na posse presidencial em 1° de janeiro de 2019, foi publicado originalmente pela jovem em seu perfil no Instagram, no dia 13 de dezembro de 2021. Já na postagem em que agradeceu pelo reconhecimento da primeira-dama, publicada no dia 10 de janeiro deste ano, Darah disse ser fã de Michelle.

– Estou muito feliz por ver meu desenho no story da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro. Toda honra seja dada a Deus. Sou fã, sim, dela, e a respeito. Devemos valorizar nossos governantes. Foi eleito pelo voto democrático. Aprendi com minha mainha [mãe] a respeitar a escolha – escreveu Darah.

Publicação que foi compartilhada por Michelle Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo diante dos ataques, a jovem não se intimidou e voltou a desenhar a primeira-dama e a publicar a ilustração em suas redes sociais.

Ao Pleno.News, Darah disse que chegou a ser desencorajada a prosseguir com as ilustrações, mas afirmou que recebeu o apoio da mãe para continuar exercitando seus desenhos.

– Vou continuar sim [a desenhar]. Mainha [minha mãe] disse para [eu] não parar, para desenhar quem eu quiser – completou.

Novo desenho feito por Darah Foto: Reprodução/Instagram Darah Elysa

Leia também1 Jair Bolsonaro: "Tirei dinheiro de ONG do MST. Não tem mais MST"
2 Best-seller do pastor Hernane Santos ganha versão digital
3 Adrilles avalia candidatar-se a deputado federal pelo PTB
4 Moro cita agreste do Ceará, mas 'esquece' que região não existe
5 Haia diz que denúncias sobre Covid não são de sua jurisdição

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.