Leia também:
X Governo diz que a vacinação começará pelas capitais

Amapá volta a registrar falta de energia nesta quarta-feira

Pelo menos 13 municípios do estado tiveram problemas com a energia elétrica

Pleno.News - 13/01/2021 21h02 | atualizado em 14/01/2021 10h11

Usina termelétrica de Santana, no Amapá Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Municípios do Amapá voltaram a sofrer, nesta quarta-feira (13), com novos apagões. Pelo menos 13 cidades do estado registraram falta de energia elétrica, informou a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA).

O problema ocorreu dois meses após o estado sofrer uma crise energética que deixou a população sem luz por dias.

De acordo com a Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE), empresa responsável pela principal subestação do estado, o problema foi ocasionado por uma “ocorrência na linha de transmissão de Laranjal à Macapá”. A empresa também informou que a “questão já foi resolvida”.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) explicou, em nota, o “desligamento dos dois circuitos da linha de transmissão, em 230 kV, Laranjal – Macapá e das hidrelétricas de Ferreira Gomes, Cachoeira Caldeirão e Coaracy Nunes, com interrupção de 250 MW no estado do Amapá”. Explicou também que “às 16h38, toda a rede básica, ou seja, os sistemas que atuam em tensão igual ou superior a 230 kV, já estava restabelecida”

Já o Ministério de Minas e Energia disse que “a Aneel e a ONS acompanham as ações por parte da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) de forma alcançar o pleno restabelecimento do fornecimento elétrico no menor tempo possível”.

Leia também1 Bolsonaro se aproxima do povo com seu novo canal no Telegram
2 Mandetta é flagrado na praia sem máscara, e web se revolta
3 'Essa de 50% é uma boa vacina ou não?', questiona Bolsonaro
4 Bolsonaro sobre vacinas: "A gente não sabe o efeito colateral"
5 Sigilo em cartão de vacinação de Bolsonaro deverá ser explicado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.