Leia também:
X Auxílio: Governo deve gastar R$ 34,2 bi extras com nova rodada

Alerj possui mais de 2 mil assessores para 70 deputados

Dados divulgados pela Assembleia apontam custo de R$ 9,2 milhões com salários por mês

Pleno.News - 22/02/2021 17h58 | atualizado em 22/02/2021 19h42

Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) Foto: Reprodução

Nesta semana, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) divulgou um documento mostrando os gastos com salários dos assessores de cada um dos 70 deputados. E um dado no documento chamou a atenção: No total, são 2.229 assessores que custam R$ 9,2 milhões milhões por mês para a Casa.

As regras da Alerj especificam que cada gabinete tem até 20 cargos à disposição, no entanto, os deputados podem aumentar o número de funcionários para 40 desde que a remuneração seja menor. Dos 70 deputados, apenas seis possuem menos de 20 assessores nomeados. Já 48 parlamentares possuem mais de 30 funcionários.

O gabinete que possui o menor gasto com assessores na Alerj é o do deputado Alexandre Freitas (Novo), um dos autores da resolução que determinou a divulgação dos dados pela Assembleia. No total, seu gabinete possui 11 assessores com um custo mensal de R$ 60 mil.

Já o gabinete que possui o maior gasto com cargos é o da deputada Franciane Motta (MDB). No total, são 33 assessores ao custo mensal de R$ 157 mil.

A emenda foi aprovada pelos deputados em outubro de 2019, mas só foi cumprida este ano. O texto que obriga a divulgação dos gastos foi apresentado por Alexandre Freitas em um projeto do deputado Eliomar Coelho (PSOL).

Os dados divulgados pela Alerj são referentes ao mês de janeiro e não incluem os salários dos deputados e nem a verba do gabinete.

A lista pode ser vista aqui.

Leia também1 Covid: Alerj analisa projetos de lei contra as "vacinas de vento"
2 Aras não vê relação entre ação de Bolsonaro na PF e auxílio a Flávio
3 Covid: Deputado propõe lei que obriga divulgação de vacinados
4 Saiba quanto custa um ministro do STF aos cofres públicos
5 Jefferson 'detona' campanha de ONG com "foto de Bolsonaro nu"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.