Leia também:
X Hacker confessa invasão a celular do ministro Moro

Advogados de Flávio, filho de Flordelis, negam saída do caso

Eles afirmaram que a informação veio de um mal-entendido

Camille Dornelles - 24/07/2019 16h30 | atualizado em 24/07/2019 16h32

Advogados Rollember e Flávio Crelier Foto: Pleno.News/Rafael Ramos

Ao saírem da Delegacia de Homicídios de Niterói, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (24), os advogados Anderson Rollember e Flávio Crelier afirmaram que continuam representando o filho da deputada federal Flordelis, Flávio dos Santos.

Flávio, de 38 anos, afirmou ter atirado no padrasto, o pastor Anderson do Carmo, no dia 16 de junho. De acordo com Rollember, a notícia de que o acusado teria dispensado os advogados é falsa e proveniente de um “mal-entendido”.

– Nós somos uma banca de advogados, com cinco. Uma das advogadas preferiu sair da banca. Saiu só um membro por motivo de foro íntimo. Não há debandada. O que houve foi um equívoco. Para falar com ele (Flávio) na carceragem foi feita uma procuração. Um advogado precisou falar com ele e não tinha essa procuração, aí fez outra. Entende-se que a procuração revogaria a anterior, foi um equívoco procedimental – declarou.

O representante afirmou que a informação “foi propagada de forma incorreta”. Aos repórteres em frente à delegacia, Rollember e Crelier mostraram um documento assinado nesta quarta por Flávio afirmando que ambos são seus advogados.

– Temos aqui agora o documento assinado por ele já despachado por autoridade policial e tudo permanece inalterado – atestou.

Além de Rollember e Crelier, a banca de defesa também é composta pelos advogados Maurício Mair e Eduardo Mair.

Leia também1 Mãe do pastor Anderson fala de Flordelis: "Não tenho nora"
2 Filho de Flordelis e Anderson: "Dói muito, ela é minha mãe"
3 Flordelis justifica ausência em homenagem a pastor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.