Leia também:
X Bolsonaro e Lula disputarão votos “juntos” em Salvador

Advogada é morta ao tentar impedir violência doméstica

Ana Laura Borba tentou apartar briga de casal em frente à sua casa, em RS

Thamirys Andrade - 28/06/2022 10h32 | atualizado em 28/06/2022 10h41

Ana Laura Borralho Borba Foto: Reprodução / Instagram

Uma advogada de 28 anos foi morta, na madrugada deste domingo (26), enquanto tentava apartar a briga de um casal e impedir um caso de violência doméstica, no município de Bagé, no Rio Grande do Sul. De acordo com informações da RBS TV, ela foi ferida com seu próprio revólver de calibre .38, após o homem conseguir desarmá-la e usar o objeto contra ela.

A discussão teve início diante da casa da advogada, que se chamava Ana Laura Borralho Borba. Segundo o boletim de ocorrência, Ana Laura e mais outras duas pessoas decidiram tentar interromper a briga, mas o homem teria se irritado e as atacado.

A advogada, então, teria retornado para dentro de casa e pegado seu revólver. O homem, porém, conseguiu desarmar Ana Laura em meio à briga, e disparou cinco tiros contra o grupo. Ana Laura foi atingida por um dos disparos e não resistiu.

O homem foi preso em flagrante e levado à Delegacia da Mulher de Bagé. Um inquérito foi instaurado na Deam (Delegacia da Mulher de Bagé). Ele está na fase da oitiva de testemunhas e aguarda por laudos periciais.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Bagé emitiu uma nota de pesar em razão do caso.

– Manifestamos o mais profundo sentimento de consternação pelo falecimento da colega advogada Ana Laura Borba, que sucumbiu no cumprimento do seu dever de cidadã em defesa de uma mulher vítima de violência doméstica. Nossa Subseção se solidariza com o sofrimento dos familiares e amigos, diante desta perda irreparável para toda a sociedade – destacou o órgão.

Leia também1 Incêndio na Santa Casa de BH deixa dois pacientes mortos
2 No RJ, passageiro é morto a tiros dentro de vagão da SuperVia
3 Padeiro é morto a facadas por patrão após chegar atrasado
4 Redução de ICMS por São Paulo 'desagrada' outros governadores
5 Mulher mata esposo após ele a chamar de “velha e gorda”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.