Leia também:
X ‘Saturação está ótima’, diz empresário sobre atriz

Chefes da Anvisa são ameaçados após liberação da CoronaVac

Uso infantil do imunizante foi aprovado nesta semana

Gabriela Doria - 22/01/2022 15h40 | atualizado em 22/01/2022 16h00

Diretor-presidente, Antonio Barra Torres Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

Diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) receberam ameaças e ofensas após a autarquia aprovar o uso da vacina CoronaVac em crianças e adolescentes. De acordo com o jornal O Globo, as mensagens de ódio chegaram através dos e-mails institucionais dos servidores.

Em uma das mensagens, uma pessoa que se identifica como Nilza acusa a agência de colocar a “vida de inocentes numa grande roleta russa”. Ela diz ainda que os funcionários serão vítimas de “maldição”.

– (…) o preço a ser pago será terrível não quero estar na sua pele e oro a Deus em desfavor de todos que tem causado dor e sofrimentos ao seu próximo, lembre se o próximo pode ser dentro de sua família (sic.) – diz um trecho da mensagem.

Em outro e-mail, o remetente diz, em tom ameaçador, que os funcionários não têm “amor à pátria”. O autor do texto também garante que “o preço que o servidor vai pagar será altíssimo”.

– Com certeza não usará esse experimento nós filhos e netos de vcs (sic.) – escreveu.

Desde que avaliaram e liberaram o uso infantil da vacina Pfizer, em meados de dezembro, diretores e servidores da Anvisa têm recebido e-mails ameaçadores e ofensivos. Ao todo, já foram enviados mais de 300 e-mails deste tipo.

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a origem das ameaças.

Leia também1 Governo federal negocia compra de CoronaVac para crianças
2 Produção de CoronaVac só deve ser retomada sob encomenda
3 Saúde descarta que criança em SP teve reação à vacina
4 Rio e SP anunciam adiamento de desfiles de carnaval para abril
5 RJ: Camelôs vendem certificados falsos de vacina por até R$ 200

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.