Leia também:
X Grupo da OAB repudia ataques da CPI contra advogado de Hang

Casa de Flávio Bolsonaro é alvo de protestos do MTST

Na semana passada, o grupo já havia ocupado a sede da Bolsa de Valores, em SP

Gabriela Doria - 30/09/2021 11h08 | atualizado em 30/09/2021 18h00

Membros do MTST fazem protesto em frente à casa do senador Flávio Bolsonaro, em Brasília Foto: Divulgação/MTST

A casa do senador Flávio Bolsonaro, no Lago Sul, em Brasília, é alvo de um protesto de membros do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) nesta quinta-feira (30). O grupo, que é comandado pelo ex-candidato à presidente Guilherme Boulos, está ocupando a frente do imóvel.

Nas redes sociais, Boulos celebrou a ação e acusou o senador de “esbanjar luxo com dinheiro duvidoso”.

– URGENTE! O MTST faz manifestação agora na mansão de R$ 6 milhões de Flavio Bolsonaro. Enquanto o povo está na fila do osso, a família Bolsonaro esbanja luxo com dinheiro duvidoso – escreveu o líder esquerdista.

Guilherme Boulos celebrou ocupação do MTST na casa de Flávio Bolsonaro Foto: Reprodução

A ocupação faz parte da série de intervenções prometidas pelo MTST em protesto ao governo Jair Bolsonaro. O grupo tem se manifestado contra a fome e a miséria.

– Ocupamos a mansão da rachadinha! Enquanto o povo vai atrás de ossos para se alimentar, o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, esbanja uma mansão de R$6 milhões – escreveu o perfil do MTST no Twitter.

OCUPAÇÃO DA BOLSA DE VALORES
Recentemente, integrantes do MTST ocuparam a sede da Bolsa de Valores brasileira, em São Paulo. Eles se manifestaram contra o desemprego, a fome e a inflação.

Leia também1 'Quero ver se o senhor faria isso com a mãe do Paulo Gustavo'
2 'O senhor está com afronésia’, diz Flávio a senador petista
3 Provocado na CPI, Flávio dispara: "Deu vontade de vir ao circo"
4 Flávio Bolsonaro diz que Hang 'perde um dia de vida' ao ir à CPI
5 Eduardo B. chama de 'bobo' quem acreditou em gabinete do ódio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.