CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Cobra é resgatada depois de aparecer em motor de carro

Carlos Vereza critica Toffoli por decidir a favor do Porta

"A crença e a fé do maior país católico do planeta passam a ser o carrasco", declarou o ator global

Rafael Ramos - 10/01/2020 09h53

Carlos Vereza criticou decisão de Dias Toffoli Foto: Reprodução

O ator global Carlos Vereza se revoltou com a decisão do ministro Dias Toffoli em derrubar a liminar que pedia a remoção do especial de Natal do Porta dos Fundos do catálogo da Netflix. Na noite desta quinta-feira (9), Vereza chamou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) de “incompetente sem remissão”.

– Toffoli alega que o Cristianismo não tem como ser abalado com uma sátira. Entretanto o Direito Romano, que vai desde 449 a.C, e que até hoje influencia o direito ocidental, é constantemente abalado pela falta de tirocínio do citado magistrado. Ora, não se trata de julgar a crença e a fé pela antiguidade do Cristianismo e sim pelo contexto atual onde devotos foram ofendidos. É disso que se trata e não de eufemismos para disfarçar a ausência de saber jurídico ou de vergonhosa cumplicidade com a transgressão do Porta de qualquer coisa.

Carlos afirmou que a sociedade passa por uma “inversão absoluta” ao colocar os integrantes do Porta dos Fundos como vítimas da situação. Seguidor do espiritismo, o ator declarou estarrecido que “a crença e a fé do maior país católico do planeta passam a ser o carrasco”.

Leia também1 Toffoli derruba decisão contra Porta dos Fundos e Netflix
2 Gentili critica Rosário após ela defender o Porta dos Fundos
3 Vice-premiê polonês quer tirar "filme blasfemo" da Netflix

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo