Leia também:
X PL das fake news deve ser votado nas próximas semanas, diz Lira

Campagnolo revela bastidores de debate com Manuela no Pânico

Parlamentar publicou um longo relato nas redes sociais

Monique Mello - 15/02/2022 18h18 | atualizado em 16/02/2022 11h35

Ana Campagnollo e Manuela D’Ávila no Pânico em 2019 Foto: Reprodução/ YouTube Pânico

A deputada estadual Ana Caroline Campagnollo (PSL-SC) usou as redes sociais, nesta terça-feira (15), para revelar bastidores do icônico debate com a ex-deputada federal Manuela D’Ávila no programa Pânico, da Jovem Pan, em 2019.

A postagem da parlamentar foi para homenagear seu marido, o policial militar Thiago Galvão, que teve grande participação na ocasião. Motivada pelo Valentine´s Day, o Dia dos Namorados americano, Campagnollo publicou uma sequência de fotos do casal e contou como ela chegou aos estúdios da Jovem Pan para o debate.

– Todo mundo conhece aquele meu debate com a comunista Manuela D’Ávila no Pânico. Mas pouca gente sabe dos bastidores – iniciou a deputada.

Campagnollo conta que foi convidada quando estava em um churrasco com amigos e que o debate seria já no seguinte. Entretanto, um dos assuntos principais da conversa, um livro de cunho feminista recém-lançado por Manuela, não era de seu domínio, pois ela não havia lido.

Diante de vários obstáculos colocados pela parlamentar, como não ter lido o livro e o alto custo com uma passagem de Santa Catarina para São Paulo, seu esposo “tomou as rédeas” da situação.

– Meu marido imediatamente tomou as rédeas da situação e disse: “Eu dirijo pra você. Você vai lendo o livro no Kindle dentro do carro. Vamos e voltamos o mais rápido possível. E, na terça-feira, você estará aqui como deputada, pronta para a sessão ordinária” – relatou.

Ainda de acordo com o relato da deputada, o marido dela dirigiu por 9 horas, na ida deles a São Paulo (antes do programa), e por 9 horas, na volta (depois do programa).

Nos estúdios da Jovem Pan, apoio e suporte também não faltaram por parte do policial.

– Nos intervalos, [ele] ficou me dando feedback da opinião das pessoas que estavam [nos] assistindo ao vivo e disse: “Perceba que eles não pretendem deixar você falar. Você respeitou até agora. Mas, a partir desse momento, você precisa atacar e tomar a palavra. É o que os seus seguidores estão pedindo pra você fazer. Você já pode parar de ser educada”… e foi isso que eu fiz.

Segundo Campagnollo, aquele debate lhe rendeu 100 mil novos seguidores na mesma semana. Na publicação, ela aproveitou para desmitificar a imagem que muitas pessoas têm acerca da submissão da mulher.

– Ontem, todo mundo postou foto de casal, e eu simplesmente só me dei conta do que estava rolando perto das 23h. Então, estou postando agora. Quando eu digo para as pessoas que eu obedeço [ao] meu marido, elas pensam que casei com um PM mandão e autoritário. Ninguém consegue imaginar como ele é e tudo que ele sempre fez e está disposto a fazer por mim. Acho que o treinamento da PM o deixou apto a ficar sem comer nem dormir quantas vezes for preciso, rs. Tudo que eu disser para agradecer ainda é pouco.

– Eu amo você. Obrigada por tudo! – finalizou.

Leia também1 Justiça autoriza pai transexual a ser reconhecido como "mãe"
2 Homem é preso após reação por não ganhar o 1º pedaço de bolo da esposa
3 Delino relembra mãe após 1 mês do crime: 'O choro foi inevitável'
4 Biden critica projeto que proíbe orientação sexual nas escolas
5 Mãe de Gabriel Medina faz post emocionante para o filho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.