Leia também:
X Assessora de Nise Yamaguchi também processa senadores

Cadela que agiu em Brumadinho ajuda nas buscas por Lázaro

Cristal é capaz de farejar o cheiro de pessoas vivas ou mortas pelo ar

Thamirys Andrade - 21/06/2021 10h20

cadela cristal que atuou em brumadinho ajuda nas buscas por lázaro
Cristal é parceira do 2º Sargento Costa Foto: Divulgação | Corpo de Bombeiros de Goiás

As buscas por Lázaro Barbosa ganharam um reforço especial neste fim de semana. Cristal, a cadela da raça border collie que ajudou nas buscas pelas 270 vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, chegou no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás, neste domingo (20). Ela atua junto da polícia para farejar o chamado “serial killer do DF”.

Aos 6 anos, Cristal é capaz de buscar o cheiro de pessoas vivas ou mortas pelo ar, sem necessitar de objetos como roupas para encontrar vestígios. Ela é parceira do 2º Sargento Costa.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, Cristal terá a ajuda de dois cães labradores de Luziânia (GO) de cerca de três anos de idade.

Lázaro Barbosa, de 32 anos, é suspeito de ter matado cerca de dez pessoas, incluindo a família Vidal em 9 de junho, em Ceilândia. Durante sua fuga, Lázaro vem invadindo casas, fazendo reféns, roubando automóveis e incendiando propriedades.

Ele é caçado por uma força-tarefa com cerca de 270 agentes de segurança. Na operação, são usados helicópteros, drones com visão térmica e forte armamento.

Qualquer denúncia sobre o paradeiro de Lázaro podem ser feitas por meio do disque denúncia (61) 99839-5284.

Leia também1 “Sabe se defender no mato”, afirma amigo de Lázaro
2 Homem finge ser agente da PF em busca de Lázaro e é preso
3 Família de 6 pessoas dorme em carro por medo de Lázaro
4 Polícia investiga perfis com apologia a Lázaro nas redes
5 Bolsonaro elogia policiais e diz que Lázaro será capturado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.