Leia também:
X Provocado, Greenwald aceita debater “Moraes” com colunista

Butantan contrata advogados para processar imprensa

Contrato sem licitação tem o valor de R$ 500 mil mais taxas de 15% sobre indenizações conquistadas na Justiça

Leiliane Lopes - 16/01/2023 15h42 | atualizado em 16/01/2023 16h10

Instituto Butantan Foto: Divulgação/Governo de SP

Veículos de imprensa que fizeram publicações que podem ser consideradas prejudiciais para a Fundação Butantan e para seu presidente, Dimas Covas, e diretores poderão ser processados em breve.

A instituição, ligada ao Governo de São Paulo, contratou um escritório de advogados, sem licitação, por um valor de R$ 500 mil, mais uma taxa de 15% sobre o valor de indenizações em caso de vitória sobre os veículos.

O escritório Manssur Sociedade de Advogados foi escolhido por sua experiência, tanto que o diretor-jurídico do Butantan, Paulo Capelotto, justificou a eficiência da empresa advocatícia em casos de direito de resposta e de direito de imagem para dispensar a licitação.

Segundo a Folha de São Paulo, a contratação aconteceu depois que o jornal fez uma reportagem sobre supostas irregularidades dentro da Fundação; entre elas, o superfaturamento em um contrato com uma empresa de software.

Outra informação publicada pela Folha contra o Butantan envolve o aumento de salário de uma diretora que saltou de R$ 7.267,64 para R$ 79.972,16 e ainda a contratação da irmã da mesma diretora com um salário de R$ 18.281.

Por meio de nota, o Butantan não nega a contratação, mas diz que o contrato está em análise e que até o momento nenhum valor foi pago.

Leia também1 Lira isenta Nikolas, Clarissa e André de acusações sobre os atos
2 Cresce o número de deputados contrários à intervenção no DF
3 Doria reunirá ministros do STF e outras autoridades em Lisboa
4 Cerca de 50 mulheres cristãs são sequestradas por grupos radicais
5 MP retira combate à lavagem de dinheiro de atribuições do Coaf

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.