Leia também:
X Deputado diz que “teria prazer de esbofetear” Zé de Abreu

Brasil se livra de dívida de R$ 2 bilhões do trem-bala de Dilma

Justiça italiana encerrou a ação da Italplan contra a União brasileira

Pleno.News - 04/01/2022 17h59 | atualizado em 04/01/2022 18h15

Projeto do trem-bala foi avaliado durante o governo Dilma Rousseff Foto: EFE/Juan Ignacio Roncoroi

O governo federal conseguiu encerrar, nesta segunda-feira (3), uma ação que poderia custar cerca de R$ 1,6 bilhão aos cofres públicos. Corria na Justiça da Itália um processo em que a Italplan Engineering exigia da União brasileira um valor pelo anteprojeto e pelos estudos primários do projeto do trem de alta velocidade (TAV) que ligaria Rio-São Paulo-Campinas.

O projeto, que não foi à frente, é fruto do governo Dilma Rousseff.

A desobrigação do pagamento é uma decisão da Corte de Cassação Italiana, que pôs fim a uma disputa iniciada há alguns anos. A Italplan argumentava que o governo brasileiro, por meio da estatal brasileira de ferrovias, a Valec, não teria honrado o valor acordado para que a empresa fizesse estudos preliminares para a avaliar a viabilidade econômico-financeira do trem-bala.

O impasse ocorreu porque, apesar dos estudos, dois leilões que iriam definir o consórcio responsável pela implementação do sistema falharam. Na prática, encerrou-se o projeto mesmo antes de seu início.

Com o cancelamento do certame, levou-se em consideração a lei brasileira de concessões, que afirma que os estudos preliminares e a criação de anteprojetos são de responsabilidade do consórcio vencedor da disputa. Como não houve vencedores, a dívida não foi “assumida” por ninguém – nem pelo governo.

Sentindo-se prejudicada, a Italplan decidiu levar o caso à Justiça.

Leia também1 Ministro fala sobre cruzeiros e se preocupa com os empregos
2 Filha do cirurgião de Bolsonaro faz desabafo emocionante
3 Com Covid, presidente do STJ diz estar em "plena recuperação"
4 Ministro expõe erro da CNN ao vivo na própria emissora
5 Bolsonaro sanciona, com vetos, PL sobre venda direta de etanol

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.