Leia também:
X Lula vai ao TSE para Bolsonaro não usar discurso na ONU

“Brasil nunca será a nação cujo Deus é o Senhor”, declara Yago

Na pregação, ele diz que a "nação" citada em Salmo 33:12 são os cristãos, não políticos

Leiliane Lopes - 21/09/2022 13h38 | atualizado em 21/09/2022 15h52

Yago Martins é crítico ao governo de Jair Bolsonaro Foto: Reprodução Youtube

Em uma ministração recente, o youtuber Yago Martins declarou que o Brasil nunca será a nação cujo Deus é o Senhor, porque em sua visão a profecia feita a Israel foi cumprida por meio da Nova Aliança e hoje todo cristão é essa nação.

A fala do teólogo se dá a poucos dias das eleições presidenciais e ele faz questão de dizer que o versículo de Salmos 33:12 é muito utilizado por políticos que querem os votos dos evangélicos.

Martins é conhecido por ser um crítico ao governo de Jair Bolsonaro, candidato à reeleição que tem apoio da maioria dos evangélicos.

– O Brasil nunca será a nação cujo Deus é o Senhor, porque Israel era a nação cujo Deus era o Senhor e essa promessa política dada a Israel se cumpre em nós, na nova aliança – explicou.

O autor do livro A Religião do Bolsonarismo mostra na pregação que não serão políticos que cumprirão o que está escrito no Salmo, mas sim os cristãos.

– Não é o Brasil, a nova Inglaterra, não é os Estados Unidos, somos nós, a Igreja. Não importa quem se eleja em outubro, os cristãos são essa nação santa – completou.

Assista:

Leia também1 Após podcast, pastor Luciano Subirá rebate Yago Martins
2 Em busca de apoio evangélico, Moro fará live com Yago Martins
3 Malafaia critica o "preconceito desgraçado" da GloboNews
4 O que pensam Bolsonaro e Lula sobre religião, aborto e gays
5 'Bolsonarismo virou uma seita', diz Benedita da Silva

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.