Leia também:
X Janaina Paschoal: ‘Um ministro pisca, Randolfe processa’

Bolsonaro: ‘Um juiz decidir sobre vacinar minha filha? Tá de brincadeira’

Presidente lançou duras críticas à possível interferência da Justiça na vacinação de crianças contra a Covid-19

Gabriela Doria - 31/12/2021 12h10 | atualizado em 31/12/2021 12h45

Jair Bolsonaro e a filha Laura, de 11 anos Foto: Divulgação/Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro reforçou, nesta quinta-feira (30), as duras críticas que tem feito à obrigatoriedade da vacinação de crianças contra a Covid-19. Durante a live semanal, ele endureceu o tom ao comentar a possível intromissão da Justiça nas decisões dos pais e responsáveis.

Para o presidente, a Justiça não pode “interferir numa coisa dessas”.

– Um juiz decidir sobre vacinação da minha filha? Tá de brincadeira comigo! – criticou.

Bolsonaro ainda voltou a comentar sobre a decisão dele e da esposa, a primeira-dama Michelle Bolsonaro, de não vacinar a filha Laura, de 11 anos, contra a Covid-19.

– Eu sei o que é bom para a minha filha. A Anvisa fechou o diálogo. A minha esposa se vacinou. Nossa filha não tem quase nada a ganhar com a vacina. Ainda temos muita incerteza. […] Você não pode obrigar ninguém a tomar vacina. Não consigo entender essa gana por vacina. Nós não somos negacionistas – declarou.

Leia também1 Anvisa elenca 17 recomendações para vacinação infantil
2 Bolsonaro "fecha o diálogo" com chefe da Anvisa: 'Impossível'
3 Bolsonaro: Saúde decide no dia 5 sobre vacinação de crianças
4 'Falas de Bolsonaro contribuíram em elevar ameaças à Anvisa'
5 Brasil deve enfrentar nova onda de Covid, alerta OMS

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.