Leia também:
X Jair Bolsonaro compara Mourão a ‘cunhado’: ‘Tem que aturar’

Bolsonaro: ‘Gás poderia ser vendido a R$ 60 ou R$ 70’

Ainda não foi informado a partir de quando a mudança entrará em vigor

Pleno.News - 26/07/2021 20h08 | atualizado em 26/07/2021 20h17

Presidente Jair Bolsonaro defendeu redução do preço do botijão de gás Foto: PR/Anderson Riedel

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda-feira (26), que o preço do botijão de gás para o consumidor final deveria ser de no máximo R$ 70 e novamente culpou tributos estaduais pelo valor elevado de produtos essenciais.

– Poderia ser vendido a R$ 60, R$ 70, no máximo. Depende de o governador colaborar nesse sentido – disse em entrevista à rádio Arapuan, da Paraíba.

Bolsonaro voltou a citar o valor do frete, o ICMS dos estados e a margem de lucro dos vendedores para justificar o alto custo do gás.

– O preço médio de um botijão de 13 quilos lá onde ele é engarrafado é R$ 45. Imposto federal: zero. Então chega a 100, 110 como? Basicamente, é o ICMS, mais o preço do transporte e a margem de lucro – afirmou.

Bolsonaro afirmou que vai vetar qualquer aumento de impostos no texto final da reforma tributária e responsabilizou o Congresso por eventuais medidas de expansão da cobrança de impostos.

– O que eu já falei: nós não vamos admitir aumento de carga tributária. Se aumentar alguma coisa, eu veto aquilo que começou comigo mesmo – disse.

*AE

Leia também1 Jair Bolsonaro compara Mourão a 'cunhado': 'Tem que aturar'
2 Brasileiros convocam ato pelo voto auditável para 1º de agosto
3 'Lacradores fingem não ver queimadas na Califórnia'
4 Noblat publica enquete, e 11 mil respondem: Bolsonaro tem razão
5 STF quer evitar confrontos com Bolsonaro, diz colunista

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.