Leia também:
X Desembargador já ameaçou outro inspetor em São Paulo

Avó de Michelle Bolsonaro tem melhora e deixa respirador

Maria Aparecida está internada há duas semanas com Covid-19 em hospital de Brasília

Paulo Moura - 20/07/2020 14h16 | atualizado em 20/07/2020 14h38

Avó de Michelle Bolsonaro deixou o respirador Foto: Reprodução

A avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro, Maria Aparecida Firmo, de 80 anos, apresentou melhora em seu quadro de saúde e deixou a intubação após pouco mais de duas semanas internada na UTI do Hospital Regional de Santa Maria, em Brasília, no Distrito Federal. Maria foi encaminhada ao local por conta de um agravamento do quadro de Covid-19.

Aparecida foi transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dois dias depois de dar entrada na unidade de saúde. Ela precisou ser entubada no dia 5 de julho, quando o quadro apresentou agravamento.

A avó da primeira-dama mora no Sol Nascente. De acordo com o prontuário médico, a idosa foi levada primeiramente para o Hospital Regional de Ceilândia, com falta de ar. No hospital, Maria disse que apresentava sintomas como tosse seca, febre, coriza, falta de apetite, falta de ar progressiva e dor abaixo das costelas há pelo menos duas semanas.

Devido ao quadro de saúde, ela foi transferida para o Hospital Regional de Santa Maria ainda no dia 1° de julho. No último dia 9 de julho, a avó materna de Michelle Bolsonaro despertou. Na ocasião, Maria Aparecida despertou após os médicos do hospital decidirem suspender a prescrição de drogas vasoativas. Com a medida, eles puderam avaliar o quadro clínico da paciente.

Leia também1 Governo federal zera imposto de remédio para AME
2 Michelle Bolsonaro divulga teste negativo para Covid-19
3 Avó de Michelle Bolsonaro desperta para avaliação
4 Michelle Nascimento: "A pandemia não veio me parar"
5 Michelle distribui sopa e ora com moradores de rua

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.