Araújo: “França entenderá acordo entre Mercosul e UE”

País europeu declarou que ainda "não está pronto" para ratificar pacto

Pleno.News - 02/07/2019 11h36

Chanceler Ernesto Araújo Foto: EFE/Joédson Alves

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou nesta terça-feira (2) que o governo da França entenderá a importância do acordo entre o Mercosul e a União Europeia. A França declarou, anteriormente, que “não está pronta” para ratificar o pacto.

– Essas declarações muitas vezes se dirigem ao público interno – disse Araújo em entrevista coletiva, após comentários da porta-voz do governo francês, Sibeth Ndiaye.

Segundo o ministro, a Comissão Europeia “esclarecerá tudo para a França”, país sobre o qual disse estar convencido de que compartilha o interesse que movimentou os quatro sócios do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) e a UE nas negociações, que se prolongaram ao longo de 20 anos.

De acordo com a porta-voz do governo francês, o Mercosul deverá dar “garantias” à França para que possa ratificar o acordo, como já aconteceu com o Canadá antes de rubricar com a UE o acordo comercial conhecido como CETA.

A França foi um dos países mais reticentes ao tratado com o Mercosul desde o início das negociações e, nesta semana, o ministro do Meio Ambiente francês, François de Rugy, reiterou que o acordo “não foi ratificado ainda” e que “não o será” se o Brasil não respeitar seus compromissos em matéria ecológica.

– O cuidado com o meio ambiente também é uma preocupação para nós, assim como a produção de alimentos saudáveis – declarou o ministro, que também negou que no campo brasileiro haja um uso descontrolado de agrotóxicos.

– O uso de pesticida também é comum na França e em toda Europa. Talvez inclusive seja maior que o nosso – ressaltou o ministro.

Ele ainda lembrou que “algumas grandes crises alimentares, como a da vaca louca, surgiram precisamente na Europa”.

*Com informações da Agência EFE

LEIA TAMBÉM+ França 'ainda não está pronta' para acordo com Mercosul
+ Bolsonaro fala de expectativas sobre acordo Mercosul-UE


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo