Leia também:
X Michelle fala sobre estado de saúde de Bolsonaro: “Em oração”

Após vistorias, STF descarta suspeita de granadas letais

As granadas encontradas não são letais e fazem parte das armas usadas pela segurança do prédio

Leiliane Lopes - 09/01/2023 16h49 | atualizado em 09/01/2023 17h45

Imagens da manifestação em Brasília com invasão ao prédio do STF Foto: EFE/ Andre Borges

O Supremo Tribunal Federal (STF) descartou, nesta segunda-feira (9), suspeitas de que uma granada foi deixada no edifício-sede da Suprema Corte.

A informação que se espalhou pelo WhatsApp entre os servidores gerou muita preocupação. Todavia, as granadas existentes no prédio não são letais e são usadas pela própria segurança do STF.

Por causa da depredação gerada no prédio do STF, neste domingo (8), a Polícia Judicial fez vistorias em toda a sede. Além disso, a Polícia Federal também realiza uma perícia técnica no local, tanto na área externa, quanto na interna.

Não há previsão para que essas avaliações terminem. Os dados coletados farão parte de um levantamento sobre os ataques.

Leia também1 Manifestantes levam cópia da Constituição em invasão no DF
2 Bia Kicis se manifesta sobre protestos no Distrito Federal
3 Confira a lista dos senadores que assinaram a "CPI dos atos"
4 Após atos em Brasília, China manifesta apoio a Lula
5 Jair Bolsonaro sente dores e é internado em hospital nos EUA

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.