Leia também:
X Bolsonaro envia ao Congresso PL sobre liberdade nas redes sociais

Após erupção de vulcão, qual a chance de um tsunami atingir o Brasil?

Fenômeno ocorreu na Ilha de Palma, no arquipélago das Ilhas Canárias

Pleno.News - 19/09/2021 21h14 | atualizado em 20/09/2021 09h51

Vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção neste domingo Foto: EFE/Miguel Calero

Após o vulcão Cumbre Vieja entrar em erupção nas Ilhas Canárias neste domingo (19), usuários de redes sociais comentaram a possibilidade de o Brasil ser atingido por um tsunami. Apesar de estar localizado na costa do continente africano, o vulcão tem chances de causar um tsunami capaz de percorrer distâncias transatlânticas e atingir todas as Américas, incluindo o Brasil.

Ao portal Uol, no entanto, o pesquisador Carlos Teixeira do Instituto Labomar (Instituto de Ciências do Mar), vinculado à Universidade Federal do Ceará(UFC), descartou qualquer possibilidade de uma “onde gigante” chegar ao país.

De acordo com ele, a erupção foi pequena, o que não seria o suficiente para gerar qualquer tipo de ameaça ao Brasil. Ao veículo, ele ainda explicou que a possibilidade de um tsunami atingir o Brasil se originou de um artigo científico publicado em 1999, mas apontou que apenas se acontecesse um “deslizamento muito grande”, ocasionado pela erupção.

– Existem artigos mais recentes dizendo que a possibilidade é muito pequena. Mesmo que ocorresse, geraria uma onda muito pequena – ressaltou.

O vulcão estava adormecido há décadas, mas entrou em alerta amarelo nos últimos e assim permaneceu até entrar em erupção.

Leia também1 Vulcão que pode causar tsunami no Brasil entra em erupção
2 Após erupção de vulcão, web faz piada com tsunami no Brasil
3 Vulcão que pode causar tsunami no Brasil segue em alerta amarelo
4 Web reage à possibilidade de tsunami no Brasil com memes
5 Vulcão capaz de gerar tsunami no Brasil entra em alerta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.