Leia também:
X Japão tem terremoto de nível 7,3 e ativa alerta de tsunami

Angústia: Família perde contato com brasileira na Ucrânia

Silvana Pilipenko vive em Mariupol e falou com parentes pela última vez no dia 3 de março

Thamirys Andrade - 16/03/2022 13h05 | atualizado em 16/03/2022 14h13

Silvana Pilipenko Brasileira desaparecida na Ucrânia
Silvana Pilipenko é casada com ucraniano Foto: Reprodução / Vídeo enviado à família

Uma família paraibana vive dias de angústia após ter pedido o contato com Silvana Pilipenko, brasileira que vive em Mariupol, uma das cidades mais atingidas pela guerra na Ucrânia. A última vez que a artesã contatou os parentes foi em 3 de março, quatro dias após as tropas russas cercarem a cidade.

Silvana é casada com um capitão da marinha mercante ucraniana, Vassili Pilipenko. O casal se conheceu em uma festa em Santos (SP) e está junto há 26 anos.

No último dia 3, Silvana relatou em um vídeo enviado aos parentes que estava abrigada no apartamento da sogra, junto de seu esposo. Ela contou que não tinha meios de sair da cidade, pois Mariupol faz fronteira com a Rússia. A outra forma seria cruzar todo o país, alternativa que não era possível no momento.

– A cidade está cercada pelas forças armadas, todas as saídas estão minadas, então é impossível tentar sair daqui neste momento. Basicamente Mariupol faz fronteira com a Rússia, o país atacante, então não podemos seguir nessa direção. Se fôssemos para outra direção, no sentido Polônia ou Hungria, teríamos que atravessar todo território, o que não seria viável diante das circunstâncias e da distância – disse ela na ocasião.

A cidade está cercada pelo exército russo desde o dia 28 de fevereiro. Os moradores tem falta de água, energia e aquecimento. Segundo Silvana relatou em seu último vídeo, havia dificuldades para conseguir comida, táxi ou internet. Ela alertou que poderia perder contato com a família.

O Itamaraty emitiu uma nota afirmando que organizações internacionais de apoio humanitário foram acionadas para tentar encontrar a artesã. A pasta disse ainda que está em contato frequente com a família de Silvana.

Leia também1 Em discurso ao Congresso dos EUA, Zelensky pede aviões
2 Trump: 'Lentidão' de Biden com Rússia é 'conflito de interesses'
3 Rússia intensifica bombardeio de Kiev; civis fogem de Mariupol
4 Em meio à guerra, Rússia decide abandonar o Conselho da Europa
5 'Máquina de guerra de Putin irá até vocês', diz Zelensky a europeus

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.