CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Mulher morre após pular de ônibus para fugir de assalto

Amiga de Eliza Samudio quer processar Rede Globo

Mulher depôs contra Bruno e teme exposição por causa de série

Rafael Ramos - 18/01/2020 14h58 | atualizado em 18/01/2020 15h05

Série sobre Eliza Samudio gera controvérsias Foto: Reprodução

Uma amiga de Eliza Samudio, que depôs contra o goleiro Bruno na época do assassinato da modelo, revelou que pretende processar a Rede Globo caso a emissora siga adiante com a série sobre o crime. Em entrevista à Márcia Goldschmidt, a mulher, que não teve sua identidade preservada, teme que ela, a mãe de Eliza, Sônia Moura, e o filho da modelo tenham suas vidas expostas.

– Uma coisa é a liberdade artística, outra coisa é o direito dos cidadãos. A partir do momento que está ofendendo e denegrindo, a emissora pode ser processada sim – afirmou o advogado da amiga de Eliza Samudio.

Outra preocupação é que o filho de Samudio descubra os detalhes da morte da mãe através da série. A previsão é que o primeiro capítulo inicie com a cena dos rottweilers devorando o corpo de Eliza, que será interpretada pela atriz Vanessa Giácomo.

O crime aconteceu em 2010. Eliza Samudio era amante do goleiro Bruno e teria aceitado um convite do jogador para visitá-lo em um sítio em Minas Gerais. Ela nunca mais foi vista desde então.

Bruno foi condenado a 20 anos e 9 meses por homicídio triplamente qualificado e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Outros envolvidos no crime são Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como Bola; Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada de Bruno; Wemerson Marques, o Coxinha; Elenilson da Silva; e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.

Leia também1 Primeira cena de série sobre Bruno mostrará rottweilers
2 Mãe de Eliza Samudio critica Globo por série sobre Bruno
3 Atriz faz campanha contra contratação do goleiro Bruno

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo