Leia também:
X Após ataque racista, motoboys protestam em condomínio

Abraham Weintraub detona a CNN Brasil: “Show de horror”

Ex-ministro se pronunciou a respeito de discussão entre Rafael Colombo e Alexandre Garcia

Ana Luiza Menezes - 08/08/2020 15h06 | atualizado em 08/08/2020 15h18

Abraham Weintraub Foto: MEC/Gabriel Jabur

Neste sábado (8), Abraham Weintraub usou as redes sociais para comentar a discussão entre Rafael Colombo e Alexandre Garcia, que aconteceu durante o programa Novo Dia, da CNN Brasil. O ex-ministro definiu como ‘show de horror’ a postura de Colombo.

– Show de horror em 99 segundos. Sugestões ao ‘escovinha’ mal criado e arrogante: chame uma pessoa mais velha de senhor e nunca a interrompa. Gaste mais tempo lendo do que penteando-se. Quanto à burrice: tenha mais sorte na próxima encarnação – escreveu Weintraub.

View this post on Instagram

Show de horror em 99 SEGUNDOS. Sugestões ao "escovinha" mal criado e arrogante: Chame uma pessoa mais velha de senhor e NUNCA a interrompa. Gaste mais tempo lendo do que penteando-se. Quanto à burrice: tenha mais sorte na próxima encarnação.

A post shared by Abraham Weintraub (@abrahamweintraub) on

Colombo perdeu a paciência depois que Garcia defendeu o uso da hidroxicloroquina no tratamento contra a Covid-19. Ele fez questionamentos a respeito das mortes pelo novo coronavírus no país e disse que dois amigos morreram.

– E os 100 mil que morreram? Se realmente funcionasse não seríamos o 3° país com o maior número de mortos no mundo. Se a cloroquina funciona, é barata, e serviu como você falou na Amazônia para lúpus, malária e outros tipos de doença, por que o mundo teria deixando tanta gente morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta gente morreria se a cloroquina funciona? – perguntou o âncora.

O atrito aconteceu durante o quadro Liberdade e Opinião. Alexandre Garcia manteve a calma e disse que as pessoas que as pessoas que sobreviveram são a prova de que o remédio funciona.

– As pessoas que sobreviveram são a prova. É assim que começa a ciência, a experiência. Certamente não morreram à toa. Eu perguntei se eles usaram hidroxicloroquina prematuramente – falou Garcia.

Diante da resposta, Colombo disse que não tinha informações a respeito do tratamento dos colegas.

Leia também1 Morre a atriz Chica Xavier, aos 88 anos, no Rio de Janeiro
2 Audiência dos telejornais da Globo começa a cair, diz site
3 Globo rescinde contrato da Libertadores com a Conmebol
4 MP oferece denúncia contra ex-BBB por crime de estupro
5 Família de Gésio Amadeu sobre perda: "Estamos todos arrasados"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.