Leia também:
X Aziz provoca Bolsonaro: ‘Grande motoqueiro, péssimo presidente’

A governadores, Queiroga prevê 100 milhões de doses até agosto

Ministro da Saúde esteve em reunião virtual com fórum de governadores

Pleno.News - 13/07/2021 15h00 | atualizado em 13/07/2021 15h39

Ministro da Saúde Marcelo Queiroga, durante reunião com fórum de governadores Foto: Walterson Rosa/MS

Os governadores dos estados realizaram na manhã desta terça-feira (13) uma reunião virtual com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Na pauta, estavam assuntos como o cronograma de vacinação e o pleito para a antecipação da segunda dose.

Após a reunião, Queiroga foi às redes sociais detalhar as discussões. De acordo com o anúncio, em julho, o Brasil receberá cerca de 41 milhões de doses de vacinas, e, em agosto, a previsão é de 60 milhões. Segundo ele, os imunizantes serão distribuídas de forma igualitária aos estados.

– Até setembro, iremos vacinar toda população + de 18 anos – garantiu o ministro.

No Twitter, Queiroga reforçou que trabalho conjunto e políticas públicas alinhadas são fundamentais para colocar fim à pandemia no país.

– Com apoio de todos, iremos potencializar ainda mais o andamento da vacinação no Brasil. É o que precisamos agora: prosseguir com a vacinação e [um] retorno seguro às atividades, para não retrocedermos – declarou o ministro.

Reunião com fórum de governadores Foto: Walterson Rosa/MS

Os governadores também compartilharam registros da reunião e das solicitações feitas ao gestor da Saúde. Segundo a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), foi pedido que o Ministério da Saúde passe a divulgar, semanalmente e de forma objetiva, quantas doses cada estado deve receber. A medida, segundo ela, visa à maior transparência sobre os imunizantes, para que não haja descontinuidade do calendário de vacinação nos estados e municípios.

– É a necessidade de acelerar a entrega dessas vacinas, portanto, o cumprimento deste calendário, para que nós possamos, se Deus quiser, chegar à cobertura vacinal em setembro, vacinando as pessoas a partir de 18 anos de idade – declarou a chefe do Executivo estadual.

Outro ponto importante da reunião foi a discussão para a antecipação da segunda dose dos imunizantes. Segundo Fátima Bezerra, Queiroga solicitou um tempo para analisar o pedido e dar um retorno aos governadores.

*AE

Leia também1 Vacina contra a gripe pode agir contra efeitos graves da Covid
2 Anvisa pede alteração na bula de vacinas Janssen e AstraZeneca
3 Janssen: EUA alertam para risco de síndrome rara após a vacina
4 Para o SUS, Gleisi tem nome de Bolsonaro e consta como morta
5 Saúde faz mutirão de atendimentos médicos a indígenas de Mato Grosso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.